Como tirar a sua cidadania italiana

Atualmente, muitas pessoas estão querendo saber como conseguir tirar a cidadania italiana, pois sendo cidadão de um dos países da Europa, o passaporte dentro do Continente torna-se livre, caem as burocracias de viagens e vistos de entrada em cada um dos países. Ser um cidadão italiano é ser um cidadão Europeu.

banner-italy-benvenutti-saiba-como-tirar-a-cidadania-italianaPorém, existe um caminho longo, é necessário levantar documentação dos antepassados, fazer pedidos em órgãos italianos (em italiano) para conseguir alguns documentos, e ainda contratar um tradutor juramentado para fazer toda a tradução da papelada.

Além de precisar juntar todos os documentos, é preciso verificar a veracidade dos ancestrais, o que deve ser feito nas cidades de origem deles (na Itália). Somente a viagem para lá custa milhares de reais, na verdade o processo todo é bem caro. Os valores gastos são destinados, na maioria dos casos, para os intermediários, pesquisadores, despachantes, tradutores e também para o reconhecimento de toda a documentação nos cartórios.

Apesar de todas essas dificuldades, muitas pessoas estão encarando a montagem do processo e fazem de uma fila bem grande no Consulado Italiano, onde deverá ser dada entrada em todo o processo.

Segundo a revista veja muitos brasileiros estão buscando conquistar a sua cidadania italiana, seja para trabalhar, estudar ou simplesmenter ter o direito conquistado da dupla cidadania. Segue abaixo os passos detalhados para você começar a preparar a sua documentação, confira:

Cidadania por descendência

A primeira coisa a ser feita em caso de pedido de cidadania por descendência é saber se existe mesmo direito a esse requerimento. Aqui nesse artigo, falamos sobre os requisitos para ser considerado apto a pedir a cidadania italiana.

Depois de saber se existe o direito ao pedido, é preciso montar uma árvore genealógica para encontrar a linha de descendência. Após essa montagem é necessário fazer a juntada de documentos que serão necessários para dar entrada no processo. O processo pode ser conduzido no Brasil ou na Itália.

Cidadania por casamento

A cidadania italiana por casamento, só é permitida a mulheres que forem casadas com cidadãos italianos em uniões anteriores a abril de 1983. Homens, cônjuges de italianas, não têm direito a cidadania, apenas seus filhos dentro da união.

Estando dentro de qualquer um dos dois casos, basta fazer a juntada de documentos e dar entrada ao processo em um consulado Italiano no Brasil. Os pedidos de cidadania por casamento são enviados ao Ministério da Justiça Italiana, por tratar-se de uma concessão, o pedido pode ser negado.

Cidadania por residência

A cidadania por residência, requer a comprovação dos casos específicos e também fazer a juntada dos documentos, aguardar um agente policial italiano confirmar a residência, e com esse papel em mãos, proceder à solicitação.

O período mínimo de moradia exigido é de 3 anos, para descendentes de italianos por nascimento, e de 10 anos para cidadãos não italianos, que tenham morado legalmente no país por esse período.

Em agosto desse ano (2016) passou a vigorar a Apostila de Haia, documento que elimina, dos processos de cidadania de mais de 100 países incluindo a Itália, a necessidade de legalizar os documentos em representações diplomáticas estrangeiras. O restante do processo continua sendo o mesmo.

OPORTUNIDADE PARA VOCÊ!

Está achando complicado e caro entrar com o seu pedido de cidadania italiana?

Não sofra e nem perca tempo! Clique no link abaixo e tenha acesso a um curso passo a passo, mostrando de forma detalhada tudo o que você precisa fazer para conquistar a sua cidadania italiana. Método testado e comprovado. (clique no banner abaixo e assista o vídeo agora)

banner-curso-gente-italiana